Festa

Ontem foi o aniversário da minha tia Nanda. E foi a oportunidade ideal para reencontrar quase toda a famí­lia mais próxima. O que era para ser “um jantarinho simples” converteu-se numa festa animadí­ssima, com a casa cheia de gente, discussões de polí­tica e futebol, muitas crianías (com idades de 10 dias a 12 anos), e até um cordeirinho de três dias. Revi todos os meus tios e tias e boa parte dos meus primos.

Um destaque especial para o Bruno, que passou os últimos meses no Peru e Brasil, a estudar (e ensinar) medicinas alternativas e medicamentos naturais. Passámos um bom bocado a falar dessa experiência e a discutir uma pesquisa pessoal que ele comeíou a desenvolver nessa viagem, onde mistura arte, caligrafia, fotografia, diário í­ntimo e poesia.

Estes artigos talvez lhe interessem

Deixe a sua opinião ou comentário: