Lixo

Luanda tem um grave problema de lixo. Em grande parte das ruas cruzamo-nos com montanhas de detritos variados, restos orgânicos, latas e caixotes, garrafas, plásticos, porcaria indiscriminada. Os contentores que se encontram aqui e ali vão ficando cercados e cobertos de porcaria, e os serviíos municipais parecem não ter capacidade para eliminar o lixo antes que este se acumule.
Aparentemente a situaíão está melhor do que estaria há uns poucos anos atrás. Dizem-me que a diferenía é muito visí­vel, e que pouco a pouco as coisas têm vindo a evoluir. Se é assim, ainda bem. Podemos ter alguma esperanía que se mantenha essa tendência positiva.
Mas apesar disso, é triste ver que a maior parte das pessoas parece ter-se habituado a esta situaíão, e não encontrar em lado nenhum iniciativas individuais ou colectivas para atacar o problema de frente.
Seria razoável que, se as instituiíões ainda não são capazes de dar resposta a este flagelo, os cidadãos tomassem nas suas mãos a questão. Poderia ser em actos tão simples como varrer a rua í  frente das suas casas, ou em acíões concertadas para limpar um prédio, uma rua ou um bairro. Se estas iniciativas se comeíassem a manifestar, estou certo de que as autoridades encontrariam formas de as apoiar, incentivar, divulgar como exemplo a seguir. Infelizmente, não é isso que se vê.

Estes artigos talvez lhe interessem

Deixe a sua opinião ou comentário:

%d bloggers like this: