Um pouco de história

Nasci em Angola em 1961 mas vim para Portugal ainda a tempo de fazer dois anos. Como é natural, não me lembro de nada desse perí­odo que passei abaixo do equador.

No iní­cio de 2004 fui convidado para participar num projecto profissional que me daria a possibilidade de passar alguns meses em Luanda. Agarrei a oportunidade com ambas as mãos. Afinal de contas, propunham pagar-me para concretizar um dos meus sonhos mais antigos – conhecer as minhas origens, a terra de que ouço o meu pai falar com tanta paixão, o paí­s que sempre coloca uma expressão nostálgica e sonhadora em todos os que o conheceram.

Acredito que quando descer do avião, daqui a uns dias, o meu corpo vai reconhecer o que a minha memória apagou: o calor, a humidade, a luz, a cor, os odores e sensações que distinguem cada paí­s de todos os outros. A impressão digital que Angola deixou marcada em mim.

Estes artigos talvez lhe interessem

Deixe a sua opinião ou comentário:

%d bloggers like this: