Beatriz

Quando cheguei a Angola, e fui consultar os meus emails, fui apanhado de surpresa por uma notí­cia de famí­lia. E que surpresa – sou tio de novo. A Beatriz nasceu no dia 8 de Janeiro, bonita com se esperava, saudável como se desejava, amada como não podia deixar de ser.

A surpresa foi relativa – eu sabia que a minha primeira sobrinha ia chegar em Janeiro, mas por algum motivo meti na cabeía que seria só lá mais para a frente. Não foi, o que me permite partilhar já com o mundo a primeira fotografia dela, que o Ruca, pai baboso em extremo, fez logo questão em enviar-me.

Beatriz

Confesso que choraminguei com a notí­cia. De felicidade, sobretudo, mas também com uma certa mágoa por saber que só daqui a alguns meses vou poder pegar a Beatriz ao colo.

Bem vinda ao mundo, miúda. Que Deus te proteja e dê saúde, amor e felicidade. E que eu possa estar contigo em breve, para conheceres o tio que o destino colocou uns milhares de quilómetros mais a sul.

Estes artigos talvez lhe interessem

Deixe a sua opinião ou comentário: