Futebol

Sexta feira í  tarde fui jogar í  bola. Futebol de salão, num campo perto da agência, integrado numa equipa de colegas de trabalho.

A última vez que me lembro de ter jogado futsal tinha dezoito anos e saí­ do jogo numa ambulância, com metade da minha orelha esquerda num saquinho de plástico. Desta vez as coisas correram melhor: nos vinte ou trinta minutos de jogo que os meus pulmões me concederam não houve perda de partes da anatomia ou funíões vitais. Houve, pelo contrário, tanto empenho e dedicaíão que hoje quase não me consigo mexer. Espero que estes jogos de sexta-feira continuem, porque foi um óptimo escape para o estresse da semana.

Ah, é verdade: ganhámos 8-5.

Deixe a sua opinião ou comentário: