Prémios

Ontem foi a entrega dos Grandes Prémios do Festival Acácia de Ouro, os troféus da publicidade angolana. A cerimónia decorreu no Estádio dos Coqueiros, na baixa de Luanda, recentemente restaurado. A escolha do local foi justificada pelo tema que a TVC escolheu para o Festival deste ano: a relaíão entre a Publicidade e o Futebol.

Aproveitando a metáfora futebolí­stica, posso dizer que fomos os “botas de ouro” deste campeonato publicitário: arrecadámos dois grandes prémios, 4 ouros, 1 prata e 5 bronzes. Somando tudo, fomos a agência mais premiada no concurso, o que matematicamente nos garantiu ainda o prémio de Agência do Ano, pela segunda vez consecutiva.

Mas eu tive ainda um prémio muito especial: passei a noite sentado a cinquenta centí­metros do Eusébio. Isso mesmo, o Pantera Negra esteve presente e até foi ele que entregou ao N. o troféu de agência do ano. Tive o prazer de lhe anunciar o golo do Benfica sobre o Braga (informaíão que o meu pai me tinha mandado por SMS directo do estádio) e ele retribuiu, anunciando-me a vitória no final do jogo. Brindámos ao resultado, apertei-lhe a mão, e a Lu ainda teve a lata de lhe pedir um autógrafo numa das bolas de futebol que decoravam as mesas.

Tudo isto na noite em que os meus filhos foram ao futebol pela primeira vez, com o avô e o tio Miguel. Tiveram a sorte de assistir a uma vitória do Benfica num jogo que não deve ter sido fácil. É uma noite de que não se vão esquecer tão cedo. E eu desconfio que, daqui a uns anos, também vou lembrar-me mais da minha bola autografada do que dos outros prémios todos.

Estes artigos talvez lhe interessem

Deixe a sua opinião ou comentário:

%d bloggers like this: