El presidente

Ontem fui eleito presidente. Por unanimidade. Sem oposição. Incrível!

E fui eleito exactamente para quê? Ora bem – para presidir à próxima direcção da Associação Portuguesa de Argumentistas e Dramaturgos, a APAD. Eu já fazia parte da direcção cessante, e das três ou quatro anteriores, e por isso coube-me agora a vez de carregar o fardo de pôr os autores portugueses, gente por natureza pouco dada a associativismos, a puxar no mesmo sentido.

E há tanta coisa para fazer… Com uma nova Lei do Cinema, um novo sistema de financiamento do audiovisual português, e um panorama em permanente mutação, a vida dos nossos argumentistas e dramaturgos não tem sido fácil. Infelizmente, não se perspectivam melhorias imediatas na situação.

O que vale é que eu sou um eterno optimista, e estou cheio de sonhos e projectos para os próximos dois anos. Vamos lá ver o que isto vai dar. Para um relato mais sério da eleição, vá até aqui.

Estes artigos talvez lhe interessem

3 comentários

  • Parabéns, João!
    Resolvi dar uma voltinha no seu (notso)MistyLook. ;) E já que descobri um argumentista / dramaturgo, sugiro-lhe que dê uma volta pelo Scrivener (link no meu blog, barra lateral, essenciais).
    Bom trabalho na presidência.

    — MJ Valente (aka Mac2)

  • Jorge 21/05/2007   Deixe uma resposta a →

    Parabéns!

  • Claudio Rafael 24/05/2007   Deixe uma resposta a →

    Parabens João, e não te esqueças de visitar o nosso blog (executive). Ainda não chegamos as 300 notícias, mas um dia vai.
    Claudio

Deixe a sua opinião ou comentário:

%d bloggers like this: