Perguntas & Respostas: guionistas favoritos

Há algum(s) guionista(s) que admire particularmente, para além de Tarantino, que mencionou há pouco tempo? Se sim, qual, e onde poderei consultar algum dos seus guiões? — Berni

Berni, há muitos e de muitas épocas e estilos diferentes – William Goldman, Robert Towne, Paul Thomas Anderson, Cameron Crowe, Richard Curtis, Frank Darabont, David Mamet… e tantos mais. Faz bem em lê-los a todos para ficar com uma ideia da diversidade das suas maneiras de escrever, aprender diferentes soluções narrativas, técnicas e estilísticas, e para se inspirar. Como regra geral, se um filme foi bom o guião também deve ter sido, e por isso terá todas as vantagens em lê-lo.

Pode encontrar centenas de guiões na net, fazendo uma busca no Google ou na Internet MovieScripts Database. No entanto, tenha cuidado quando procurar guiões na net – alguns não são as versões dos autores originais, mas sim transcrições do filme feitas por fãs bem intencionados mas que acabam por prestar um mau serviço. Uma transcrição reflecte apenas a montagem e diálogos finais do filme, que muitas vezes são diferentes da estória que o guionista escreveu. E, principalmente, não têm o cunho próprio do autor, o "sabor" e visão que este imprime ao guião com a sua própria forma de escrever.

Como já referi anteriormente, antes de ser um instrumento de trabalho, o guião é um instrumento de sedução e, para isso, o estilo de escrita de cada guionista conta muito. A forma clássica e elegante como Robert Towne escreve, por exemplo, é completamente distinta do estilo sincopado e nervoso de William Goldman.

Estes artigos talvez lhe interessem

2 comentários

  • Ricardo Mantas 27/09/2007   Deixe uma resposta a →

    A série da sic,”o Espírito da lei”, foi na minha opinião,um dos melhores trabalhos televisivos aqui em Portugal. Recordo cenas e interpretações, como a da Susana Arrais, ou a partecipação da Susana Borges. Do Inspector Max, foi um prazer ver a Fátima Belo,uma excelente atriz muito mal aproveitada.Gostava de ter mais “base” e “noção” de como se escreve uma telenovela, pois cinema, tenho um primo guionista e realizador e tenho “acompanhado” o processo.Gostaria de saber quando voltam a fazer cursos. Na lista dos grandes autores brasileiros falta referir Sílvio de Abreu, responsável por exitos como a “Guerra dos Sexos”, “A próxima vítima” e “Belíssima”.Abraço , Ricardo Mantas

Deixe a sua opinião ou comentário:

%d bloggers like this: