Perguntas & Respostas: (O.S.), (V.O.) e (OFF)

Caro João,
tenho uma dúvida que surgiu na leitura deste excerto do guião.
Que quer dizer a sigla “O.S.”? Obrigado. Fir

 

Olá Fir,

(O.S.) é a abreviatura de Off Screen (fora do écrã). Aplica-se quando ouvimos a voz de um personagem mas não o estamos a ver, apesar dele estar fisicamente presente na cena. Por exemplo, alguém que fala da sala do lado, ou que fala enquanto a câmara mostra outro personagem.

Ocasionalmente, em vez de (O.S.) podemos encontra (O.C.), que quer dizer Off Camera (fora da câmara). A utilização é exactamente a mesma.

Não confundir com (V.O.) que corresponde a Voice Over (voz sobreposta). Esta abreviatura aplica-se em todas as outras situações em que se ouve uma voz que não sai directamente da boca de um personagem que esteja em cena. Por exemplo, a voz de um narrador; a voz dos pensamentos ou memórias de um personagem; a voz que vem de um telefone; a voz de quem escreveu uma carta que está a ser lida; a voz que sai de um altifalante, etc.

Por vezes, como alternativa ao (V.O.), encontramos por extenso VOICE OF X (VOZ DE X). Por exemplo, VOZ DE BERNARDO. Também é uma solução legítima.

Em Portugal usa-se muitas vezes a expressão (OFF) em substituição quer do (O.S.) quer do (V.O.) mas, apesar de vulgar,  essa solução parece-me menos correcta pois não destrinça se o personagem que fala está ou não presente fisicamente na cena.

Para esclarecer melhor a diferença entre (O.S.) e (V.O.) vejamos um exemplo concreto.

INT. CASA DOS VELOSO – SALA – DIA

O velho pai Veloso entra na sala trazendo um postal na mão. Enquanto pousa o casaco nas costas da cadeira, fala na direcção da cozinha, de onde vêm SONS de tachos e panelas.

PAI

Chegou um postal do Rui.

MULHER (O.S.)

Deve ser a pedir linguiça e pão de trigo...

PAI

Lá estás tu a embirrar com o moço.

O pai coloca os óculos e aproxima-se da janela com o postal. Começa a ler. Ouvimos um ACORDE de guitarra.

RUI (V.O.)

Querida mãe, querido pai, então que tal? Nós andamos do jeito que Deus quer. Entre dias que passam menos mal lá vem um que nos dá mais que fazer.

 

Estes artigos talvez lhe interessem

14 comentários

  • Já agora, (O.C.) significa o mesmo ? (= off camera)

    Exemplo: guião “Juno”, cena 105A

    Thanks

  • João Nunes 27/09/2008   Deixe uma resposta a →

    Exactamente. O que me leva a acrescentar mais um parágrafo ao texto acima ;-)

  • José 22/12/2008   Deixe uma resposta a →

    Ainda tenho uma dúvida. O.V. utiliza-se para um narrador, por exemplo, mas vejo muitos casos aqui no Brasil em roteiros escritos por profissionais que utilizam Off para narrador também. Qual a diferença?

    Muito obrigado desde já

    • João Nunes 17/04/2013   Deixe uma resposta a →

      Quando se utiliza apenas (OFF) substitui as duas formas (V.O.) e (O.S.) indistintamente. Há produtores que preferem assim, mas acho mais esclarecedor manter a distinção.

  • Letícia 17/04/2013   Deixe uma resposta a →

    Eu posso deixar de escrever um diálogo sem importância? Ou tenho que escrever tudo que eles vão falar.

    Por exemplo:

    INT –  CASA DOS SILVA – DIA

    Maria pergunta ao gênro se ele gostou da nova sala de estar, e enquanto Maria e João conversam, Rosinha está na janela a olhar um lindo pássaro.

    • João Nunes 17/04/2013   Deixe uma resposta a →

      Não há diálogos sem importância. Num guião todos os diálogos têm de ser escritos pelo guionista. Caso contrário não se tratará de um guião, mas sim de um híbrido entre guião e tratamento.

      Nota adicional: a seguir ao INT deve ir um ponto final e não um travessão. Assim:

      INT. CASA DOS SILVA – DIA

      ou, na forma francesa por vezes usada em Portugal e no Brasil

      INT. DIA – CASA DOS SILVA

  • Letícia 17/04/2013   Deixe uma resposta a →

    Valeu, João!!!!!!!

  • Angie 02/05/2013   Deixe uma resposta a →

    Como é que eu consigo fazer uma voz off para um trabalho da escola atrávez do meu computador? 

    • Se é no guião, basta seguir as indicações deste artigo. Se é num vídeo, depende do aplicativo que está a usar. Infelizmente não posso dar mais orientações nesse sentido. Boa sorte com o seu trabalho.

  • Rogério Amorim 03/11/2013   Deixe uma resposta a →

    Boa tarde amigo e senhor João Nunes

    Uma conversa telefónica entre dois personagens, embora os telefones sejam antigos e não possuam “Alta-Voz”, posso usar o (V.O.) para quem está no outro lado da linha?
    Obrigado!

  • César Correia 17/04/2016   Deixe uma resposta a →

    Boa tarde, joão. Eu quero saber como posso descrever o plano em que Apenas aparece a boca e o resto do corpo de um personagem. Obrigado.

    • Olá César, a nossa função como guionistas é ajudar o leitor do guião a imaginar o filme na sua cabeça. Para isso devemos descrever tudo o que é essencial para esse efeito, em imagens, acções, diálogos e sons, e nada mais. Se para a sua cena é essencial que no filme se veja apenas uma parte do corpo de um personagem, então indique-o com clareza na acção.
      Em tempos usou-se muito o “Vemos…” mas hoje, aparentemente, caiu um pouco de moda. Mas pode ser sempre uma solução. Por exemplo:

      INT. QUARTO – NOITE

      Uma cama desarrumada. Vemos apenas parte do corpo de alguém que está deitado, e a sua boca, que respira pesadamente.

Deixe a sua opinião ou comentário: