Procuram-se artigos para a Revista Drama

Quem leu o primeiro número da Revista Drama, da Associação Portuguesa de Argumentistas e Dramaturgos, pode confirmar a excelência do seu conteúdo: entrevistas estimulantes e diversificadas, análises profundas e criteriosas, pluralidade de ideias e visões. Quem não conhece, ainda está a tempo de o fazer, procurando-a em http://drama.argumentistas.org/ onde a pode ler online ou descarregar o .pdf.

Os editores da revista estão agora a procurar colaborações para a segunda edição. O tema será o Humor, mas nada como dar-lhes a palavra para perceber exactamente o que procuram:

A revista DRAMA está a preparar o seu número 2. Procuramos textos e colaboradores que possam ajudar a construir mais uma edição da revista. Estas são as áreas prioritárias da próxima edição:

1.Tema “Humor”
Porquê?
O grande impulso criativo dos guionistas portugueses no panorama audiovisual deu-se, nas duas últimas décadas, através do humor. Parte importante da inovação (e dos maiores sucessos críticos e de audiência) deu-se com programas de comédia para televisão, com nomes como os Gato Fedorento ou o colectivo d’Os Contemporâneos. Sinal disso foi o grande sucesso que o programa “Gato Fedorento esmiuça os sufrágios” teve nesta longa e recente campanha eleitoral. Vale a pena, por isso, reflectir, de que forma o panorama português tem sido moldado por esta realidade, seja na televisão, seja nos casos esporádicos do cinema português.

Como?
Procuramos textos que reflectiam sobre a escrita para comédia, tanto ao nível da televisão portuguesa como do cinema português. A abordagem tanto pode vir de estudos de caso actuais, como aqueles que façam uma história, ainda por fazer, deste género “esquecido” do nosso panorama audiovisual. Também estimulámos a escrita sobre projectos internacionais de sucesso (televisão e cinema). Os textos devem andar entre o 5000-7500 caracteres (com espaços).

2.Para além do tema

  • Livros (resenha crítica sobre algum livro sobre guião/dramaturgia)
  • Opinião (textos de análise pessoal sobre a actualidade do guionismo e da dramaturgia)
  • Análise (textos críticos sobre filmes específicos; poderão ser sobre filmes actuais ou sobre filmes clássicos; textos sobre a obra de alguns “autores” do ponto de vista da escrita dramática)
  • Análise/TV (texto de análise ou estudos de caso da televisão contemporânea)

3.Teatro
Gostaríamos que a revista se abrisse ao teatro: através da análise sobre peças actuais ou através de perfis de autores consagrados na escrita para teatro.

Datas:

  • 20 de Novembro – manifestação de interesses (com uma proposta sucinta)
  • 22 de Dezembro – entrega dos textos finais.
  • Janeiro 2010 – lançamento da revista.

Agradecemos todas as propostas. Envie-nos um email para: drama@argumentistas.org.

3 comentários em “Procuram-se artigos para a Revista Drama”

  1. Excelente dica, caro João Nunes. Tenho aqui caixotes e baús de textos vou selecionar alguns e enviar para a revista. Não sei se valem textos em PT do BR, mas se for o caso eles podem adaptar (caso queiram ou os aceitem).
     A par disso, tenho aqui dois livros – um conto vencedor do prêmio Gralha Azul de Literatura Brasileira há uns anos passados e uma novela publicada por uma pequena editora. Esses, eu gostaria de mandar para você – quem sabe possam ser adaptados para cinema – o contrato com a editora venceu e os direitos sobre filme e TV já me pertencem novamente. Dessa forma, pediria para que me passasse (caso se interesse) o teu endereço via e-mail residencial, pois como se trata de material impresso terei que enviá-lo pelo correio. Um grande abraço e sucesso. Gilberto Namura –  gilnamura@gmail.com

  2. ola amigos, gostei da ideia de voces, gosto muito de produzir textos,artigos e outras formas de representaçao linguistica, e estou a procura de alguem que publica meus escritos, e quero produzir artigos para voces, so preciso do tema, no caso aqui referido, é uma dram com humor, correto, e para quem eu envio o artigo, vou produzilo e envialo, embora drama nao seja meu forte, mas posso tentar, abraço, mantenha contato.

    1. Caro amigo,

      não sei o que lhe possa esclarecer mais do que o que já está no texto do artigo: que tipo de artigos procuram; qual o tema; e quem contactar. Está lá tudo.

Deixe a sua opinião ou comentário: