≡ Menu
Como surgiu a ideia para "Avatar"
avatar_image_web

James Came­ron dá uma exce­lente entre­vista à revista Vanity Fair a pro­pó­sito de “Ava­tar”, um dos fil­mes mais aguar­da­dos dos últi­mos tem­pos. Nela fala, entre outras coi­sas, da génese da ideia e da escrita do guião.

avatar_image_web

 

Dessa entre­vista des­taco, por exem­plo, o seguinte excerto:

How did the con­cept of Ava­tar occur to you?

How you decide to make a film is dif­fe­rent for each one. For Ter­mi­na­tor, for exam­ple, I thought, ‘Ok, what kind of movie can I make as a first-​​time direc­tor? Should it involve effects? Because I know effects and I can sell that. But it’s got to be shot in the stre­ets of L.A. on the cheap, so that’s my set­ting. So how do I get effects into that set­ting? Well something comes from space or it comes from the future. Well space has been done so let’s do the future …’ So you know I have these very mer­ce­nary things that drove me to a story, then I came up with a story that fit those parameters.

Repa­rem como ele diz ter cons­truído a estó­ria do pri­meiro “Ter­mi­na­tor” a par­tir de uma série de pres­su­pos­tos e limi­ta­ções auto-​​impostas: ter efei­tos espe­ci­ais, ser situ­ada em L.A., ser de baixo orça­mento, incluir via­gens no tempo, etc. Came­ron con­si­dera essa abor­da­gem um pouco “mer­ce­ná­ria”, pro­va­vel­mente por dei­xar essas con­si­de­ra­ções imporem-​​se à estó­ria, e não o contrário.

Pes­so­al­mente não acho que isso seja mais mer­ce­ná­rio do que 99% dos tra­ba­lhos que um gui­o­nista faz.

Há sem­pre limitações.

Auto-​​impostas ou for­ça­das por ter­cei­ros, fazem parte da rea­li­dade do nosso tra­ba­lho. Ques­tões de orça­mento, de dura­ção do filme, de meios dis­po­ní­veis, de número de ato­res, etc. vão sem­pre con­di­ci­o­nar a estó­ria que escrevemos.

O impor­tante é que, algu­res no pro­cesso, o gui­o­nista se apai­xone pelo mate­rial que tem nas mãos. As limi­ta­ções pas­sam então a ser dados adqui­ri­dos e o cora­ção volta a ser o motor da estó­ria. E pai­xão, como se pode ver na entre­vista, é o que não falta a James Cameron.

Ler a entre­vista com­pleta aqui

Trai­ler de “Avatar”

Repor­ta­gem de produção

Acerca do autor: João Nunes é um autor, guionista e publicitário que divide o seu tempo entre Angola, Brasil e Portugal. Conta com mais de 3000 páginas de guiões produzidas sob a forma de longas metragens, telefilmes, e dezenas de episódios de séries de televisão.

3 comentários… add one

  • mariana 28/05/2010, 19:33

    Amei o filme adorei !

  • kauan thott 02/02/2012, 22:56

    João como posso fazer para conceguir o guião do avatar?

    • João Nunes 02/02/2012, 23:40

      Não sei dizer. Ele esteve disponível durante algum tempo legalmente no próprio site da Fox, mas aparentemente esse link deixou de funcionar. Há por aí uns Torrents, mas esse tipo de coisas não posso – e não quero – divulgar aqui.

Deixe o seu comentário