Perguntas & Respostas: canções e recuos no tempo

Olá, João! Duas perguntas:
1ª – No meu guião eu tenho uma personagem que numa das cenas canta. Como é que no CeltX eu escrevo as estrofes da sua canção fazendo com que um verso comece e acabe na mesma linha?
2ª – Eu escrevi um recuo no tempo no meu guião. Não é um flashback porque nenhuma personagem está a lembrar-se do passado. A minha dúvida é se um recuo ou avanço no tempo se escreve como um flashback, ou seja, no cabeçalho escreve-se Flashback e no fim da cena ou cenas escreve-se Fim de Flashback.
Eu ficava muito agradecido se me ajudasse. É que sem querer tornei-me viciado em escrever. Sempre é melhor ter este vício do que outros, não é?

Felix

Olá Felix,

Para colocar um personagem a cantar usa-se na mesma um parágrafo de diálogo, com as seguintes diferenças:

  • colocamos as estrofes entre aspas;
  • e partimos cada estrofe com uma quebra de linha;
  • ou usamos uma barra para separar as estrofes;
  • podemos ou não usar um parênteses para indicar que o personagem está a cantar, dependendo de como tivermos descrito a acção.

Com dois exemplos é mais fácil.

ou

Quando há um recuo no tempo que não é um flashback, mas sim uma mudança na sequência cronológica, o importante é que o leitor do guião não se perca. Para isso o normal é acrescentar mais uma indicação no fim do cabeçalho. Essa indicação pode aparecer de duas formas:

  • Se escrevermos a indicação DIA ou NOITE, acrescentamos o novo tempo entre parênteses;
  • se não usarmos o DIA ou NOITE, escrevemos o novo tempo diretamente no cabeçalho.

Podemos também acrescentar uma legenda na descrição da acção que, neste caso, também será vista pelo espectador do filme.

Vejamos dois exemplos:

EXT. TERREIRO DO PAÇO – DIA (1 DE DEZEMBRO DE 1640)

Uma multidão começa a confluir para a praça junto ao Tejo, liderada por alguns revoltosos.

ou então

INT. CASA DE FRANCISCO – SALA – VINTE E QUATRO HORAS ANTES

A sala está vazia. As paredes ainda estão limpas, sem sinais das marcas de sangue.

Legenda: "24 HORAS ANTES"

A porta abre-se e Arnaldo entra carregando um grande rolo de plástico, uma caixa de ferramentas e uma serra eléctrica.

Nota: peço desculpa pelas diferenças de formatação, mas ainda não consegui acertar com o plugin que estou a usar para esse efeito.

Estes artigos talvez lhe interessem

3 comentários

  • Letícia 17/04/2013   Deixe uma resposta a →

    Podemos pular para o presente escrevendo "PRESENTE" entre parenteses no cabeçalho?

    • João Nunes 17/04/2013   Deixe uma resposta a →

      Sim, em termos do guião isso pode ser feito dessa maneira. Por exemplo:

      EXT. AVENIDA PAULISTA – DIA (PRESENTE)

      Não nos podemos esquecer é que o espectador do filme não vai ler esse cabeçalho. Por isso será necessário que as imagens nos façam perceber que houve uma mudança de tempo e que nesta nova cena estamos no presente.

      Se for necessário, para tornar isso ainda mais claro poderemos acrescentar uma legenda. Esta aparecerá sobre a imagem, esclarecendo que esta nova cena se passa no presente. Em termos de guião iremos escrever algo como isto:

      EXT. AVENIDA PAULISTA – DIA (PRESENTE)

      João, disfarçado de turista, passa em frente ao MASP, bem no meio da avenida Paulista.

      Legenda: SÃO PAULO – HOJE

      João para e ergue a máquina fotográfica para registar o icónico edifício.

      (etc.)

Deixe a sua opinião ou comentário: