Pense diferente

A campanha "Think different" de 1997 da Apple começou com um dos melhores anúncios de sempre. Uma peça arrepiante com uma mensagem cada vez mais relevante:

 

Here’s to the crazy ones. The misfits. The rebels. The troublemakers. The round pegs in the square holes. The ones who see things differently. They’re not fond of rules. And they have no respect for the status quo. You can quote them, disagree with them, glorify or vilify them. About the only thing you can’t do is ignore them. Because they change things. They push the human race forward. And while some may see them as the crazy ones, we see genius. Because the people who are crazy enough to think they can change the world, are the ones who do.

A minha tradução pobre do magnífico texto:

Esta é para os loucos. Os desajustados. Os rebeldes. Os agitadores. As peças redondas nos buracos quadrados. Os que vêem as coisas de forma diferente. Não gostam de regras, eles. E não respeitam o status quo. Podemos citá-los, discordar deles, glorificá-los ou vilipendiá-los. A única coisa que não podemos fazer é ignorá-los. Porque eles mudam as coisas. Empurram a raça humana para a frente. E enquanto algumas pessoas podem vê-los como os loucos, nós vemos o génio. Porque aqueles que são suficientemente loucos para pensar que podem mudar o mundo, são os que o fazem.

Estes artigos talvez lhe interessem

Um comentário

Deixe a sua opinião ou comentário: