Um editor de guiões gratuito para Windows

Quem acompanha este blogue sabe que eu uso um Mac para escrever, e as minhas referências a software de escrita de guião são normalmente baseadas nessa plataforma.

ScriptEditor

Mas como não quero marginalizar os meus leitores do mundo do Windows, tenho uma notícia e um desafio para eles. Descobri hoje um programa gratuito de escrita de guião para Windows (com Mac prometido para um destes dias) chamado Cinergy Script Editor. Faz parte de um pacote de programas para produção, mas pode ser usado independentemente.

Como não tenho um PC Windows, não sei se o software é bom ou não, e quais as suas possibilidades e limitações. Daí o desafio: algum leitor quer testá-lo e publicar aqui os resultados dessa análise? Fica a porta aberta para os voluntários.


Estes artigos talvez lhe interessem

10 comentários

  • Quando testei, há alguns anos, ele não exportava para nenhum outro formato, servia penas para usar na Suíte de programas do Cinergy…

    • João Nunes 01/12/2009   Deixe uma resposta a →

      Infelizmente isso parece ser uma tendência. O próprio CeltX diminuiu bastante as suas opções de exportação. Nas primeiras versões que experimentei as exportações em formato html podiam ser abertas pelo Word como um documento formatado, que mantinha até os estilos originais. Hoje isso não acontece.
      As exportações do Final Draft ou do Screenwriter para Word também são horríveis, pelo menos na plataforma Mac. As palavras com acentos, especialmente nos nomes dos personagens, ficam completamente baralhadas. Já dei comigo a escolher o nome dos personagens de forma a não ter acentos ou cedilhas, o que não é um critério muito correcto. Infelizmente muitas produtoras precisam de ter os guiões em formato Word, de modo que isso acaba por ser um problema sério. No fim de escrever um guião, e antes de o enviar, tenhop por vezes de passar um di inteiro a corrigir esse tipo de erros, o que é um pouco estúpido.
      Esou agora a experimentar um outro programa, que é só para Mac, o Montage, e aparentemente as coisas funcionam um pouco melhor. Vamos ver.
      Mas espero mais comentários e teste mais extenso a este Cinergy.

  • Não uso Word há um tempão, João. Desde que abandonei a plataforma Windows. E o NeoOffice, o substituto, também nesse meio tempão, nunca me deixou na mão.  Por exemplo: no Final Draft, quando preciso, "salvo como" .rtf, e aí a acentuação não é modificada, ela já vai com a codificação própria a nossa língua. Então abro o .rtf com o NeoOffice, zero as margens direita e esquerda e pronto, fica um guião bonitinho. Mas se funcionaria assim no Word não sei dizer. Talvez você já tenha tentado (de tudo), né?
    Hum, usei um uns anos o Montage. Tem lá seu charme. Mas um cheio de bugs. É ainda uma promessa. Tá, uma boa promessa. Um chato era na hora de exportar, uma m… total, uma bagunça total na formatação. O Final Draft ter adotado o .xml acho que foi um achado, e um passo à frente em relação aos outros softs do gênero. Mas estou no aguardo da versão 2.0 do Montage. Pelo que acompanho no fórum da Mariner, eles estão aprimorando também os recursos de produção. E assim, acho eu, concorrer mais seriamente no mercado, hum, pro. Aliás, acho que o Celtx está querendo ir na mesma direção. 

    • João Nunes 01/12/2009   Deixe uma resposta a →

      Abençoado seja, Cícero.
      Pode parecer estúpido mas nas últimas vezes que exportei do Final Draft não experimentei o formato.rtf. E não é que funciona mesmo! Fui reproduzir as suas instruções e foi limpinho:
      1)save as rtf
      2)Abrir no OpenOffice
      3)Formato/página -> colocar margens esquerda e direita a zeros… e presto!!!
      O guião em formato correto, e com os estilos (SceneHeading, Action, etc…) preservados para futura utilização.
      Obrigado, amigão!

      PS – também não uso o Word, nem o Excel, que nem sequer tenho instalados. Instalei o OpenOffice e tem dado conta para as minhas necessidades.

  • (Pela-amor-de-meus-deuses, João. Não sei se é só comigo, mas… Esse novo plugin de comentário é, me perdoe o palavrão, contraproducente…rs.)  

    • João Nunes 01/12/2009   Deixe uma resposta a →

      Obrigado pela informação. Na realidade eu não uso um plugin especial para os comentários; a secção é gerida pelo próprio tema do WordPress.
      Mas um outro plugin (FCKEditor, editor de texto) “meteu uma mãozinha” na zona, e presumo que tenha sido ele a causar as confusões. Já o desativei.
      Se os problemas persistirem por favor avisem-me; sou um web-designer amador e nem sempre dou por estas coisas ;-)

  • Gonçalo 01/12/2009   Deixe uma resposta a →

    Olá
    Decidi experimentar mas mesmo assim prefiro o Celtx é gratuito, e funciona bem melhor, e tem língua portuguesa, o que é díficil de encontrar nesses softwares livres e pagos.
    Cinery Script Editor, não dá para exportar para pdf, só aceita rtf. Fica muita aquém do Celtx que prefiro do que a este programa do windows, e eu utilizo windows.
    Fico a espera de outras opiniões de outros utilizadores.

    • Pelo menos tá exportando pra rtf, o que já é alguma coisa pra quem não exportava nada. Mas é difícil mesmo ser gratuito e bater o Celtx.

      Mas só pra constar: o “PAGE 2 STAGE” da Windward Studios e o “BLYTE” da Oskusoft agora são gratuitos também.

      • João Nunes 02/12/2009  

        Acho que vou fazer um artigo com uma resenha dos softwares de escrita para as várias plataformas.
        Obrigado pelas sugestões.

  • Cícero Soares 02/12/2009   Deixe uma resposta a →

    Sempre às ordens, João.

    Ah, e eu também que agradeço por você ter sacado fora aquele bendito plugin editor de comentário intruso cheio de firula e lero-lero mas nada nada prático. Gosto mais assim, limpo. Quando se comenta coisa breve, sem necessidade do copy-paste, é bem melhor, bem funcional.

Deixe a sua opinião ou comentário: