≡ Menu
Curso de Escrita de Ficção para Cinema e Televisão: candidaturas abertas
curso imagem

Estão aber­tas as can­di­da­tu­ras para o Curso de Escrita de Fic­ção para Cinema e Tele­vi­são que a Meios​.com (Uni­ver­si­dade Lusó­fona) e as Pro­du­ções Fic­tí­cias estão a orga­ni­zar, e que eu vou coordenar.

O curso vai come­çar em Janeiro e prolongar-​​se até Junho, em horá­rio pós-​​laboral, num total de 200 horas. Con­tará com pro­fes­so­res como Jorge Pai­xão da Costa, Tiago R. San­tos, Patrí­cia Mül­ler, João Tordo, Pos­sí­dó­nio Cachapa e Nuno Duarte, além de eu pró­prio. As maté­rias, com uma inci­dên­cia emi­nen­te­mente prá­tica, irão desde os con­cei­tos mais gerais até à escrita para a web, pas­sando pela escrita de cinema e de tele­vi­são, as adap­ta­ções lite­rá­rias, a escrita de tele­no­vela, etc.

Todas as infor­ma­ções, incluindo o plano com­pleto de aulas, estão dis­po­ní­veis no site das Pro­du­ções Fic­tí­cias e da Meios​.com. Podem ser tam­bém obti­das pelos emails: formacao@​producoesficticias.​pt ou eugenia.​vicente@​ulusofona.​pt

Por favor não peçam infor­ma­ções aqui no site, mas sim atra­vés dos canais acima indicados.

Acerca do autor: João Nunes é um autor, guionista e publicitário que divide o seu tempo entre Angola, Brasil e Portugal. Conta com mais de 3000 páginas de guiões produzidas sob a forma de longas metragens, telefilmes, e dezenas de episódios de séries de televisão.

7 comentários… add one

  • Alberto Sebastião 26/11/2010, 7:52

    como participar nestes ciclos de formação de escritura de guião, quanto custa e as formas de pagamento via-western union e como obter os materiais de estudo!
    País Angola-Luanda

    • João Nunes 28/11/2010, 17:19

      Caro Alberto, penso que este curso não é adequado ao ensino à distância. De qualquer forma, como digo no artigo, todas as informações devem ser solicitadas através dos contactos indicados.

  • João Gomes 27/11/2010, 22:45

    Mais uma vez, uma óptima ideia à qual muitos gostariam de participar (como eu) mas não o vão fazer por causa do preço.
    Cada vez suporto mais o ensino autodidacta.

  • Pedro 28/11/2010, 19:40

    concordo com o joao gomes ,
    mas nao é pelo $$$$$, mas sim porque nao vejo nada de profundo e grande no programa do dito curso, nem me revejo nesta produçao nacional. Estes telefilmes, novelas e sitcoms são algo em que nao encontro nada.

    Sem paixão, não há razão para nada.
    Mas, pra quem gosta e se revê, acho a melhor iniciativa do tipo, em portugal, nos últimos 20 anos.

    p.s.- continuo a achar que o problema para haver mais e melhor cinema e tv está no elo “autor-editor/produtor”. Ainda vivemos em grupinhos de pequenos interesses. Tal como na política…

    Pedro A.

    • Ruben Cordeiro 30/11/2010, 13:28

      Se existe razão de maior força, seria a do João Gomes (a financeira), pois estamos a enfrentar momentos dificeis.
      Apesar de todas as opiniões serem validas e deverem ser respeitadas, vou ter que discordar da sua. Acho que o programa do dito curso é bastante bom, o maior desafio vai ser com os professores (se vão estar á altura para o acompanhar; se vão tentar ser tão bons professores, como tentam ser argumentistas).
      Para quem usa frases do genero “Sem paixão, não há razão para nada”, julgo que usar como desculpa o não se rever na produção nacional, para não se inscrever no curso; uma desculpa de mau perdedor. Eu também não me revejo na maioria da produção nacional, preferindo a produção internacional e por isso acho que compete a nos, o futuro, continuar a luta dos que ja cá estão; a luta por algo mais e melhor, pois só assim poderemos chegar a um patamar semelhante ao internacional (ñ é desistindo, só pq ñ gostamos do que temos actualmente).
      Ao menos concordamos em alguma coisa, sem duvida que é uma das melhores iniciativas dos ultimos 20 anos em Portugal.

      p.s.-O problema dos grupinhos de interesses é neste momento um mal menor, pois acho que temos problemas maiores do que o referido em cima. Problemas como a falta de regras e leis que definam e protejam os audiovisuais no geral e todas as suas areas especificamente (acabando assim de vez com este Western Spaghetti). Os grupinhos de interesse sempre existiram e sempre vão existir. Hollywood não é apenas a meca do cinema, mas tambem a meca dos pequenos (e grandes) grupinhos de interesses e até se tem safado bastante bem.

      p.s.s.- Não fui pago, nem coagido por ninguem para escrever este comentário, a não ser pela minha paixão pelo cinema e tv e pela escrita de argumento particularmente; afinal “Sem paixão, não há razão para nada”.

      • Pedro 09/12/2010, 20:09

        Caro Rubem,

        Tenho de concordar consigo. Sou talvez um idealista.

        abrço

  • Ruben Cordeiro 18/01/2011, 9:12

    Gostaria apenas de mais uma vez dar os meus parabens, por esta iniciativa.
    Gostei imenso do 1º dia de aulas e as futuras prometem.
    Finalmente encontrei um espaço onde posso respirar escrita de argumento e mais escrita de argumento, tendo a possibilidade de ao longo do percurso partilhar – la com um grupo de profissionais da area e de colegas de turma, que partilham da mesma paixão (se assim não fosse, só um maluco se metia nesta area profissional).

Partilhe aqui as suas ideias e experiência