≡ Menu
Anunciados os nomeados para os prémios da Writers Guild
inception imagem

A Wri­ters Guild of Ame­rica, asso­ci­a­ção dos gui­o­nis­tas ame­ri­ca­nos, anun­ciou ontem os nome­a­dos para os seus pré­mios de escrita de argu­mento. A maior parte dos fil­mes nome­a­dos já foi ou está a ser exi­bido em Por­tu­gal, e os res­tan­tes estão pre­vis­tos para breve.

Os nome­a­dos para as duas cate­go­rias de guião de longa metra­gem, ori­gi­nais e adap­ta­dos, são os seguintes:

Argu­mento original

  • Black Swan, guião de Mark Hey­man e Andres Heinz e John McLaugh­lin; estó­ria de Andres Heinz; Fox Searchlight
  • The Figh­terguião de Scott Sil­ver e Paul Tamasy & Eric John­son; estó­ria de Keith Dor­ring­ton & Paul Tamasy & Eric John­son; Para­mount Pictures
  • Incep­tion (A Ori­gem), escrito por Chris­topher Nolan; War­ner Bros.
  • The Kids Are All Right (Os Miú­dos Estão Bem), escrito por Lisa Cho­lo­denko & Stu­art Blum­berg; Focus Features
  • Ple­ase Give (Encon­tros em Nova Ior­que), escrito por Nicole Holof­ce­ner; Sony Pic­tu­res Classics

Argu­mento adap­tado

  • 127 Hoursguião de Danny Boyle & Simon Beau­foy; base­ado no livro Between a Rock and a Hard Place de Aron Rals­ton; Fox Searchlight
  • I Love You Phil­lip Mor­ris (Eu Amo-​​te Phil­lip Mor­ris), escrito por John Requa & Glenn Ficarra; base­ado no livro de Ste­ven McVic­ker; Road­side Attractions
  • The Social Network (A Rede Social)guião de Aaron Sor­kin; base­ado no livro The Acci­den­tal Bil­li­o­nai­res por Ben Mez­rich; Sony Pictures
  • The Town (A Cidade), guião de Peter Craig e Ben Affleck & Aaron Stoc­kard; base­ado no romance Prince of Thi­e­ves de Chuck Hogan; War­ner Bros
  • True Gritguião de Joel Coen & Ethan Coen; base­ado no romance de Char­les Por­tis; Para­mount Pictures

Aten­dendo a que não vi (ou li os guiões) de alguns des­tes fil­mes, incluindo for­tes can­di­da­tos como é o caso de Black Swan, fica difí­cil fazer apos­tas. Mas entre aque­les que vi des­ta­ca­ria Os Miú­dos Estão BemA Rede Social. A Ori­gem é tam­bém um for­tís­simo can­di­dato, mas penso que o seu per­fil se adapta mais aos Osca­res, onde é pos­sí­vel que venha a arre­ba­tar uma boa mão cheia, incluindo o de guião original.

Dos fil­mes que me falta ver aguardo com curi­o­si­dade o refe­rido Black Swan, mas tam­bém o 127 Hours, dos gran­des ven­ce­do­res dos Osca­res do ano pas­sado, e True Grit, um wes­tern dos eter­nos irmãos Cohen.

Como interpretar estes créditos

Algu­mas notas para enten­der esta lista. Segundo as nor­mas de atri­bui­ção de cré­di­tos da WGA, o cré­dito mais vali­oso é o “Escrito por”, que sig­ni­fica que os gui­o­nis­tas men­ci­o­na­dos são os úni­cos auto­res da estó­ria e do guião.

Quando a estó­ria é de auto­res dife­ren­tes dos gui­o­nis­tas, usa-​​se o “guião de” e “estó­ria de” para dis­tin­guir uns dos outros.

Final­mente, nos guiões que têm mais de um autor, quando se usa o “&” entre dois ou mais auto­res quer dizer que eles tra­ba­lha­ram em simul­tâ­neo na ver­são do guião; quando se usa o “e” sig­ni­fica que escre­ve­ram em suces­são. Assim, o cré­dito “guião de Peter Craig e Ben Affleck & Aaron Stoc­kard” indica-​​nos que o guião foi escrita por Peter Craig, tra­ba­lhando sozi­nho, e por Ben Affleck e Aaron Stoc­kard, em con­junto. A ver­são final terá resul­tado da com­bi­na­ção des­tas duas versões.

As nor­mas da WGA proí­bem (salvo erro) que um guião tenha mais de três auto­res cre­di­ta­dos, inde­pen­den­te­mente do número de gui­o­nis­tas que pos­sam ter tra­ba­lhado em várias ver­sões do guião, ao longo do tempo[1].

Quando há dis­puta em rela­ção a quem merece o cré­dito final é a WGA a enti­dade auto­ri­zada a atri­buir os cré­di­tos. Para o efeito são nome­a­das comis­sões entre os seus asso­ci­a­dos, por sor­teio, a quem com­pete ler e com­pa­rar as várias ver­sões do guião, para deci­dir quais os três auto­res mais repre­sen­ta­dos na ver­são final.

Esta é uma das fun­ções mais impor­tan­tes da WGA, pois a atri­bui­ção do cré­dito tem impacto deter­mi­nante na dis­tri­bui­ção dos ren­di­men­tos do filme pelos guionistas.

Notas de Rodapé

  1. em cer­tos casos, che­gam a ser mais de 20[]

Acerca do autor: João Nunes é um autor, guionista e publicitário que divide o seu tempo entre Angola, Brasil e Portugal. Conta com mais de 3000 páginas de guiões produzidas sob a forma de longas metragens, telefilmes, e dezenas de episódios de séries de televisão.

5 comentários… add one

  • Nélia 06/01/2011, 16:42

    “A atri­bui­ção do cré­dito tem impacto deter­mi­nante na dis­tri­bui­ção dos ren­di­men­tos do filme pelos guionistas” – exactamente como cá, não é? ;)
    Tenho pena que Toy Story 3 não tenha entrado na corrida. Como sempre, a economia e originalidade do guião foram uma das mais valias deste filme. Quanto a previsões, The Social Network está a fazer um brilharete um pouco por todo o lado, ganhando prémios praticamente todas as semanas. Ficarei satisfeita de ver Aaron Sorkin com mais um WGA (e especialmente com um Golden Globe, que já há muito é devido).

  • Cícero Soares 13/01/2011, 2:31

    Pena que o guião de Winter’s Bone restou inelegível, João. Assisti ontem e fiquei bem impressionado. Se a princípio tive a impressão de que acompanhava uma narrativa simples e direta (e talvez uma estória simplória demais), no meio do caminho me descobri diante um arranjo de personagens improvável e um modo de narrar bastante engenhoso.

    • João Nunes 14/01/2011, 13:07

      Já vi o trailer desse filme, que foi premiado nos Independent Spirit Awards, e parece realmente muito bom. Não consegui encontrar o guião na net mas estou curioso para ver se realmente foi cometida uma injustiça com ele.

  • Cícero Soares 14/01/2011, 14:24

    Bom, a injustiça, na verdade, deveu-se ao corporativismo da WGA. Quer dizer, não a questão do mérito pôde entrar em questão, não é? rs. Aliás, como mencionou a Nélia, aconteceu o mesmo com o Toy Story 3. Infelizmente.

    Ah, João, desde o finalzinho do ano passado já consta um link no Simply Scripts (um draft sem especificação e data), o qual direciona para este outro sítio: http://www.roadsideattractionsawards.com/dl/screenplay-wintersbone.pdf

    Baixei ontem e… Agora toca eu rever filme com o guião à mão e… Vamos lá, vamos lá.

    • João Nunes 14/01/2011, 14:48

      Obrigado pelo link, vou ler com muita atenção. Abraço, JN

Deixe o seu comentário