≡ Menu
Como resolver os seus problemas de backup com o Dropbox
Dropbox imagem

No sábado passado foi Dia Mundial do Backup. Eu atualizei os meus e, pelo Twitter, desafiei toda a gente a fazer o mesmo.

É uma prática que pode salvar-nos incontáveis problemas e que eu não me canso de recomendar(.pdf).

Ora, hoje em dia, quando se fala em sistemas de backup, fala-se inevitavelmente na opção de salvar os nossos arquivos "na nuvem". E a maneira mais simples de o fazer é usando o Dropbox.

O Dropbox é uma combinação entre software que se instala no computador e uma assinatura num site externo. O programa cria uma pasta no nosso computador, que é sincronizada de forma automática e transparente com a sua pasta equivalente nesse servidor externo.

Na sua versão gratuita o Dropbox tem uma capacidade de armazenamento de 2 GB, que pode ser ampliada mediante uma assinatura mensal. Mas 2 Gb, para arquivos de texto, é MUITO espaço.

Dentro da pasta do Dropbox criei pastas para todos os projectos em que estou a trabalhar, ou em que trabalhei nos últimos meses. É lá que vou guardando as sucessivas versões dos trabalhos.Estas são, imediata e automaticamente, guardadas no servidor externo, algures 'na nuvem'.

O Dropbox dá-nos ainda a possibilidade, se tivermos outro computador, de manter a pasta sincronizada entre os dois. É assim possível, por exemplo, trabalhar num documento em cas e, quando chegarmos ao escritório, continuar a trabalhar no mesmo documento, exactamente a partir do mesmo ponto.

Também há apps para os smartphones e tablets, que nos permitem aceder aos nossos documentos a partir de qualquer lugar. Além disso, cada vez mais aplicações adotam o Dropbox como sistema de sincronização entre as suas versões de computador e de tablet.

A grande vantagem do Dropbox é a transparência e automatismo. Instala-se uma vez e nunca mais se pensa no assunto. Sempre que estamos online o programa encarrega-se de sincronizar a pasta do computador com a pasta externa.

Se acidentalmente perdermos ou apagarmos um ficheiro na pasta do computador esse ficheiro continuará lá no servidor externo. E não só ele, como todas as versões anteriores, não vá dar-se o caso de querermos voltar atrás no tempo e recuperar uma versão antiga do documento.

A instalação demora cinco minutos e a segurança é absoluta. E se usar este link para se inscrever no Dropbox, ganha mais 500 Mb além dos 2 Gb de base (e eu ganho também espaço extra na minha assinatura).

Do que está à espera para tirar mais esta preocupação da sua vida?

Acerca do autor: João Nunes é um autor, guionista e publicitário que divide o seu tempo entre Angola, Brasil e Portugal. Conta com mais de 3000 páginas de guiões produzidas sob a forma de longas metragens, telefilmes, e dezenas de episódios de séries de televisão.

10 comentários… add one
  • Alves Filho 06/04/2012, 20:30

    Olá João, tudo bem?! É uma grande emoção “falar” com você, sou brasileiro e há mais ou menos 2 anos enveredei pelo caminho da escrita de roteiros, principalmente para quadrinhos, mas com o passar do tempo e devido ao estudo da narrativa em si, passei a gostar de tudo quanto é tipo de roteiro! Bem, pra encurtar a conversa, minha dúvida é se você tem alguma informação sobre a “nuvem” do CELTX! Fico no aguardo e desde já agradeço! Um abraço!

    • João Nunes 06/04/2012, 20:42

      Pessoalmente, é a parte do CeltX que acho menos interessante. Com a possível excepção de poder partilhar trabalhos com outros utilizadores do CeltX, hoje há melhores (ou pelo menos mais universais) soluções de nuvem e de partilha, como por exemplo o Dropbox. Mas confesso que não explorei o assunto recentemente, por isso pode ter-me escapado alguma coisa e posso estar a ser injusto.

      • Alves Filho 09/04/2012, 12:39

        Muito obrigado pela atenção! Comecei a usar o Dropbox e por enquanto estou gostando da versão paga, pena que meu inglês é muito precário, mas ainda assim é muito fácil utilizar o Dropbox!
        Antes que eu esqueça de novo, gostaria de agradecer pelas dicas e por compartilhar tanto conhecimento com todos e de graça! Um grande abraço e até a próxima!

      • João Nunes 09/04/2012, 13:16

        Uma sugestão que talvez ajude. Quando está na página principal da sua conta no site do Dropbox tem, do lado esquerdo, em baixo, um pequeno menu que diz MORE. Se o escolher tem várias opções, entre as quais LANGUAGE – língua. Não tem português como opção, mas tem espanhol, que costuma ser mais fácil para nós. Boa sorte e espero que goste do Dropbox tanto quanto eu.

  • Mauricio Fernandes 14/04/2012, 18:05

    João,

    Valeu pela dica, me inscrevi através do seu link. Já tinha usado um HD Virtual, mas não tinha gostado muito. O Dropbox, no entanto, parece bem melhor que esse outro que eu tinha usado.

    abraços,
    Maurício

  • Rui Fragoso 12/05/2012, 18:54

    Caro João Nunes,

    Desaconselho-o vivamente a colocar os seus trabalhos no dropbox ( ou qualquer outra rede pública) sem encriptação. O acesso a este storage não é controlado pelo utilizador: os administradores, operadores de sistema e de backups, etc podem aceder aos conteúdos e numa multinacional a probabilidade de alguém falar português é algo elevada. Sem falar nos bugs e falhas de segurança do produto… Experimente dar uma vista de olhos pelo truecrypt, é fácil de utilizar e apenas tem de criar o ficheiro dentro do dropbox. My 5 cents… :-)

    • João Nunes 14/05/2012, 11:43

      Obrigado pela sugestão. Compreendo a sua preocupação, e pode ser que outros leitores a achem muito útil. No meu caso específico, tenho algumas reticências:

      • não tenho nada gravado no Dropbox que seja tão “secreto” que causasse danos irreversíveis à minha vida se alguém lhe acedesse. Sobretudo, não tenho nada que um IT desonesto pudesse tentar converter em dinheiro ou outra vantagem;
      • além disso, confio na lei dos grandes números para me proteger do pequeno risco associado: há tantos utilizadores deste serviço, e tão poucas razões para vir especificamente à minha procura (não sou a Scarlet Johanson;-)
      • finalmente, essa encriptação prejudicaria uma das principais vantagens deste serviço, que é eu poder aceder aos meus documentos a partir de qualquer outro computador ou até do meu iPhone.

      De qualquer forma vou procurar esse TrueCrypt porque pode ser vantajoso no caso de eu querer proteger algum ficheiro específico.

  • Barbara 09/09/2014, 19:56

    Queria guardar uns arquivos na nuvem, fora do meu HD. Sabe dizer se é possível com dropbox, ou este só sincroniza?

    Obrigada

Partilhe aqui as suas ideias e experiência