argo

Leia os vencedores dos Oscares 2013

A cerimónia dos Oscares 2013 confirmou algumas previsões, nomeadamente de que neste ano os prémios seriam muito divididos. "Argo" recebeu melhor filme mas Ben Affleck, que nem tinha sido nomeado para realizador, viu essa estatueta ir para as mãos de Ang Lee.

O grande derrotado da noite foi Steven Spielberg que, das doze nomeações recebidas por "Lincoln", só viu duas ficarem em casa: Melhor Desenho de Produção e Melhor Ator, para Daniel Day-Lewis.

Nas categorias de argumento acertei num dos candidatos, mas falhei no outro – esperava que Tony Kushner recebesse o Melhor Argumento Adaptado por "Lincoln" mas ele foi para o "Argo" de Chris Terrio.

Na outra categoria, Argumento Original, o prémio merecido foi para Quentin Tarantino, por "Django Unchained".

Baixe ambos, estude-os e com certeza terá muito a aprender:

"Argo" de Chris Terrio, baseado no artigo da revista "Wired" de Maio de 2007, "The Great Escape" por Joshuah Bearman; e no capítulo nove do livro "The Master of Disguise" de Antonio Mendez

"Django Unchained" de Quentin Tarantino"

Estes artigos talvez lhe interessem

Um comentário

  • am 01/03/2013   Deixe uma resposta a →

    Pela primeira vez – e, desde os meus 14 anos- deicid não acompanhar a cerimónia, em direto.

    O anúncio dos nomeados revelou de imediato o pouco interesse da safra deste ano. Ter um filme duma nulidade espantosa – sim, o péssimo ainda provoca-me espanto! – como os Miseráveis na lista dos melhores do ano, faz da atribuição do melhor argumento originial a um dos menos conseguido filme deTarantino – refiro-me à escrita também – um pequeno raio de bom senso!

Deixe a sua opinião ou comentário: