≡ Menu

Slugline, um novo software para escrever um guião

welcome to slugline

Na semana pas­sada publi­quei um artigo com pri­meira parte de um tuto­rial sobre a sin­taxe de escrita de guiões em texto sim­ples Foun­tain. Nele fazia uma refe­rên­cia às opções de pro­gra­mas para usar com esta sintaxe.

O artigo já ficou desatualizado.

No fim da mesma semana um dos cri­a­do­res dessa lin­gua­gem, Stu Mas­chwitz, lan­çou um apli­ca­tivo para Mac dedi­cado espe­ci­fi­ca­mente a escre­ver um guião em Fountain.

Chama-​​se Slu­gline e é excelente.

O pro­grama tem uma imple­men­ta­ção pra­ti­ca­mente per­feita da lin­gua­gem Foun­tain. Tudo o que eu tinha ima­gi­nado que um pro­grama des­tes pode­ria ter está em Slugline.

Como funciona o Slugline

Con­forme escre­ve­mos o texto do guião, res­pei­tando as dez regras de for­ma­ta­ção que explico no tuto­rial acima men­ci­o­nado, Slu­gline reconhece-​​as e for­mata a página corretamente.

Por exem­plo, na sin­taxe Foun­tain o ele­mento Per­so­na­gem é defi­nido como uma linha de texto escrita em maiús­cu­las e seguida ime­di­a­ta­mente por uma linha de Diá­logo ou de Parên­te­ses.

Se escre­ver­mos uma linha que res­peite esta regra, Slu­gline reco­nhece ins­tan­ta­ne­a­mente que se trata de um nome de Per­so­na­gem e formata-​​a como tal.

Dessa forma, o que num edi­tor de texto “vul­gar” apa­re­ce­ria ape­nas como

JOÃO
(gri­tando)
Está alguém em casa?

MARIA (O.S.)
Aqui em cima.

no Slu­gline é ime­di­a­ta­mente visu­a­li­zado como

  imagem 1 slugline

Melhor ainda, se come­çar­mos a escre­ver a linha seguinte com um “J” ele já nos pro­põe alter­na­ti­vas, incluindo o nome “JOÃO”, que entre­tanto memo­ri­zou. Basta selec­ci­o­nar essa opção e ele intro­duz a nova linha de personagem.

No final da escrita Slu­gline permite-​​nos impri­mir o guião ou exporta-​​lo para PDF. Per­mite ainda, numa cola­bo­ra­ção ativa com o outro cri­a­dor de Foun­tain, John August, enviar o ficheiro para o seu pro­grama High­land, onde pode ser expor­tado para o for­mato Final Draft.

imagem 2 slugline

Tudo isto, recordo, com um ficheiro de texto sim­ples, leve, está­vel, e que pode ser lido e edi­tado em qual­quer edi­tor de texto, em qual­quer pla­ta­forma ou sis­tema operativo.

Atu­a­li­za­ção: Este vídeo dos cri­a­do­res de Slu­gline demons­tra na prá­tica o que ten­tei expli­car acima.

Wel­come to Slu­gline from Slu­gline on Vimeo.

Conclusão

Slu­gline tem mui­tas outras opções que ainda estou a explo­rar, como um outline inte­ra­tivo, notas, sinop­ses das cenas, etc. É um pro­grama sim­ples, efi­ci­ente e bonito.

Mais impor­tante ainda, parece ser sufi­ci­en­te­mente está­vel para poder ser usado num tra­ba­lho profissional.

Fiquei tão con­ven­cido que con­verti o guião que estou a escre­ver neste momento (no Final Draft) para o for­mato Foun­tain e vou terminá-​​lo no Slugline.

É claro que o Final Draft tem mui­tas opções que o Slu­gline ainda não tem – como a nume­ra­ção de cenas – e outras que pro­va­vel­mente nunca terá – como o blo­queio de pági­nas ou o modo de revisão.

Mas para a pri­meira parte do pro­cesso de escre­ver um guião – a parte de “escre­ver” – Slu­gline parece ser uma opção quase perfeita.

Pode conhe­cer melhor o Slu­gline aqui ou comprá-​​lo na AppS­tore da Apple

Acerca do autor: João Nunes é um autor, guionista e publicitário que divide o seu tempo entre Angola, Brasil e Portugal. Conta com mais de 3000 páginas de guiões produzidas sob a forma de longas metragens, telefilmes, e dezenas de episódios de séries de televisão.

2 comentários… add one

  • Felipe Petrucelli 26/04/2013, 15:00

    Será que irá demorar muito uma versão para o Windows? Lógico que vc não tem como responder isto, estou apenas especulando….rsrs

    • João Nunes 26/04/2013, 15:04

      Para ser sincero, acho pouco provável que venha a haver versão Windows. Estes pequenos editores de software normalmente não investem em duas versões diferentes. Acho mais provável que algum outro pequeno editor, especializado no Windows, pegue na ideia e faça um software semelhante para essa plataforma. Mas não há como prever.

Leave a Comment

Informe-me de novos comentários por email

LIVRO GRÁTIS Um Guião em 30 Dias