Manifesto do Guionista - Destaque

Manifesto do Guionista

Como inspiração para todos os leitores aqui deixo o meu Manifesto do Guionista:

Manifesto do Guionista

I – Tu não és guionista porque alguém te deu um diploma, ou um passe, ou autorização para o ser. És guionista porque tens o coração e a cabeça cheios de estórias, e não tens outra alternativa senão contá-las.

II – Tu não és guionista porque te encomendaram um guião ou deram emprego numa equipa de autores, passaram uma tarefa para entregar até ao fim do semestre ou atribuíram uma bolsa de escrita. És guionista porque, desde criança, nada te dava mais satisfação do que encantar os teus irmãos e amigos com as tuas estórias, e hoje procuras outros irmãos e amigos a quem continuar a encantar.

III – Tu não és guionista porque tens uma audiência garantida para as estórias que inventas. És guionista porque quando não tens ninguém a quem contar essas estórias as contas a ti mesmo.

IV – Tu não és guionista porque nasceste com um dom único, ou com o ADN perfeito para escrever, ou porque o teu talento se manifesta sem esforço nem suor. És guionista porque dedicas o tempo necessário a ver bons e maus filmes e a pensar sobre eles; a ler os guiões de outros autores, para ver como eles superam os seus desafios; a estudar tudo o que encontras sobre o cinema e a sua escrita; e, sobretudo, a apurar a tua arte colocando na prática tudo o que dessa forma aprendeste.

V – Tu não és guionista por ter uma varinha mágica que transforma as ideias que trazes na cabeça em páginas lindamente escritas. És guionista porque à tua imaginação juntas centenas e centenas de horas em frente de um caderno ou de um computador, escrevendo e rescrevendo as tuas páginas até elas se assemelharem ao que tinhas em mente.

VI – Tu não és guionista porque tens um cartão de visita que assim o assegura. És guionista porque a almofada da tua cadeira de escritório já está moldada ao teu corpo de tantas horas que nela passaste sentada a escrever.

VII – Tu não és guionista porque te contentas com o que ficou gravado nas tuas cento e vinte páginas de guião. És guionista porque aspiras a que outros se apaixonem por essas páginas e lhes dediquem meses e anos das suas vidas, fazendo-as crescer com a sua imaginação e capacidade, materializando-as em imagens e sons que seguem a partitura que desenhaste, até chegarem aos olhos e corações de uma audiência.

VIII – Tu não és guionista porque procuras o reconhecimento ou a fama, a fortuna ou as manchetes dos jornais. És guionista porque consegues imaginar a satisfação que um dia vais sentir quando, no escuro de uma sala de cinema, vires o teu nome numa tela gigante e ouvires os risos, os suspiros, os tremores e as lágrimas de todos os que te cercam no teu anonimato.

IX – Tu não és guionista porque aspiras à eternidade e queres ver o teu nome num qualquer panteão. És guionista porque duas horas de magia são uma eternidade suficiente para ti.

X – Tu não és guionista “porque não?”. És guionista — porque sim.

© João Nunes – 2014

Se quiser partilhar este Manifesto, não se esqueça de indicar sempre a sua origem e fazer link a este artigo. Obrigado e boas escritas!

Estes artigos talvez lhe interessem

19 comentários

  • muito bom este manifesto, ao retorista (guionista) parabéns,
    e diria mais uma amigo João ! És guionista porque acordas de madrugada
    e fica imaginando; como ficaria aquela cena ou aquele sonho que acabara de cruzar pelo teu inconsciente enquanto teu corpo tende a descansar .
    Ou até o sono retornar, e digo mais ès guionista porque tens se da o prazer de anotar mesmo sonolento o que imaginastes naquele bloco de rascunho no lado da cama……. obrigado nos amparar nestas horas ,,,,,

    • O bloco ao lado da cama… É verdade, nenhum guionista/roteirista deveria viver sem ele. Bom ano e boas escritas.

  • Tiago R. Santos 30/12/2014   Deixe uma resposta a →

    Eu sou guionista porque não sei fazer mais porra nenhuma. Forte abraço, João, óptimo 2015.

    • E graças a Deus por isso. Guionistas como tu não devem mesmo fazer mais nada :) Grande abraço e um 2015 cheio de novos projectos… e com pagamentos a tempo e horas.

  • Marcos dos Santos 05/01/2015   Deixe uma resposta a →

    Belo! E meu coração bate forte, com a leitura desse manifesto João.
    Abs e 2015 totalmente Guiado.

  • Ilda Teixeira 07/01/2015   Deixe uma resposta a →

    Obrigada pelas palavras inspiradoras e motivadoras. Vou começar, não amanhã, mas agora mesmo, ainda hoje, seguindo o plano.

  • Ilda Teixeira 08/01/2015   Deixe uma resposta a →

    Ontem, este manifesto mudou o meu dia. Motivou-me positivamente, impulsionou-me, não apenas para o trabalho da escrita mas para o trabalho que desenvolvo nas artes do espectáculo. Relembrou-me que é preciso imprimir trabalho e intensidade mas também emotividade positiva naquilo que verdadeiramente queremos fazer. Por vezes amolecemos, amarelecemos, e são por vezes palavras de incentivo e inspiração que nos fazem reviver.

  • Ilda Teixeira 08/01/2015   Deixe uma resposta a →

    Obrigada João por toda esta dedicação e generosidade na passagem de conhecimentos. Só as pessoas inteligentes o fazem.

  • Pedro Canavilhas 20/01/2015   Deixe uma resposta a →

    very nice!
    gostei muito desta: És gui­o­nista por­que duas horas de magia são uma eter­ni­dade sufi­ci­ente para ti. :)

    abraço!

  • lucia 28/05/2015   Deixe uma resposta a →

    Eu não sou guionista porque o João com tanta simplicidade me diz o quanto esta tecnica é dificil.

    • O objetivo deste manifesto não é recordar o quanto é difícil, Lucia; é precisamente o contrário – dar vontade e coragem para ultrapassar essas dificuldades.

A sua opinião é importante. Deixe-a aqui:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: