≡ Menu
Craig Bolotin promove workshop em São Paulo
imagem craig bolotin

Recebi um comu­ni­cado de um workshop em São Paulo que me pare­ceu muito inte­res­sante. Passo pois a divulga-​​lo.

Comu­ni­cado

Craig Bolo­tin, rotei­rista de nomes como Copolla e Ridley Scott, vem ao Bra­sil para apre­sen­tar, pela pri­meira vez, seu curso de roteiro e cinema.

Pela pri­meira vez no Bra­sil, Craig Bolo­tin, céle­bre rotei­rista e pro­fes­sor de Hollywood, traz seu workshop “Como Escre­ver para o Mer­cado Inter­na­ci­o­nal”, curso dado nas mai­o­res uni­ver­si­da­des ame­ri­ca­nas e no Sun­dance Lab, cen­tro de edu­ca­ção audi­o­vi­sual do fes­ti­val de Sundance.

Tendo tra­ba­lhado com dire­to­res e ato­res como Fran­cis Ford Cop­pola, Ridley Scott, Forest Whi­ta­ker, Michael Dou­glas, Andy Gar­cia, Rosa­rio Daw­son, Juli­ette Lewis, John Cryer, entre outros, Craig tem se des­ta­cado por ser o pri­meiro dos gran­des pro­fes­so­res de roteiro que atuam na indús­tria como rotei­rista e tam­bém diretor.

Esta visão do busi­ness do fazer fíl­mico, jun­ta­mente com seu apren­di­zado, tendo estu­dado cinema na Europa antes de ingres­sar no mer­cado norte ame­ri­cano, torna seu workshop uma opor­tu­ni­dade sin­gu­lar. “Como escre­ver para o Mer­cado Inter­na­ci­o­nal” é um resul­tado de mais de 30 anos tra­ba­lhando e estu­dando o story­tel­ling no cinema internacional.

O workshop faz parte da par­ce­ria inter­na­ci­o­nal da Ope­rahaus com a Modern School of Film, escola de cinema com sede em Nova York e Los Ange­les, que já trouxe para deba­tes artis­tas como Fer­nando Mei­rel­les, Wil­liam Dafoe, Glen Close, Fabio Moon, Lais Bodanzky, Ala­nis Mor­ri­sete, Rodrigo San­toro, Vin­cent Cas­sel, entre outros.
Atu­al­mente Craig está tra­ba­lhando na adap­ta­ção do romance “The Lon­gest Ride”, de Nicho­las Sparks para os estú­dios da Fox.

O curso será ofe­re­cido em inglês com tra­du­ção con­se­cu­tiva para o português.

Ser­viço:

O quê: Workshop “Como escre­ver para o Mer­cado Inter­na­ci­o­nal”, com Craig Bolotin

Quando: 28, 2930 de Março

Horá­rios: Sexta, das 19h00 às 22h00; Sábado e Domingo das 10h30 às 17h30

Carga horá­ria: 15 horas

Local: Ope­rahaus – Ins­ti­tuto de Cinema

Ende­reço: Rua Hen­ri­que Schau­mann, 636 – Pinhei­ros – São Paulo

Mais infor­ma­ções: www​.ope​rahaus​.com​.br/​w​o​r​k​s​h​ops

Sobre a Operahaus:

A Ope­rahaus é uma pro­du­tora e ins­ti­tuto de arte que busca impri­mir sua marca no cinema, na publi­ci­dade, no tea­tro e tea­tro musi­cal, na música e nas artes plás­ti­cas, agre­gando artis­tas e inte­lec­tu­ais a seu mani­festo e pro­pondo uma posi­ção escla­re­cida, cons­ci­ente e ousada na forma de fazer e na lin­gua­gem de fazer arte no Brasil.

Esta visão refi­nada dos pro­ces­sos cine­ma­to­grá­fi­cos é res­pei­tada e per­meia toda a pro­du­ção audi­o­vi­sual da Ope­rahaus, desde os cli­pes musi­cais e vídeos ins­ti­tu­ci­o­nais até as pro­du­ções de lon­gas metra­gem e séries de televisão.

A Opera é a rea­li­za­ção de um sonho que come­çou em 2006 com a ideia de um espaço que pen­sasse o cinema de maneira crí­tica sem per­der a obje­ti­vi­dade. A ini­ci­a­tiva par­tiu depois de mui­tas con­ver­sas entre soció­lo­gos e antro­pó­lo­gos da Uni­ver­si­dade de São Paulo em con­junto com enge­nhei­ros, cine­as­tas, dra­ma­tur­gos e músi­cos que hoje com­põe nossa equipe. Nes­tes vários anos, depois de mui­tas pro­du­ções e pro­je­tos, via­gens e suces­sos no cur­rí­culo, o grupo se mudou para “a casa da esquina”, a hubart de pro­du­ção no cru­za­mento da Hen­ri­que Shaum­man com a Teo­doro Sam­paio. Unindo prá­tica e teo­ria de maneira iné­dita em São Paulo, hoje a casa pos­sui cur­sos que visam for­mar pro­fis­si­o­nais com­ple­tos e cri­a­ti­vos, aptos a ingres­sar no mer­cado de tra­ba­lho e desen­vol­ver seus pró­prios empre­en­di­men­tos no mundo da arte.

O Ins­ti­tuto Ope­rahaus ofe­rece cur­sos regu­la­res e de espe­ci­a­li­za­ção em diver­sas áreas e conta com uma equipe de pro­fes­so­res reno­ma­dos e pre­mi­a­dos em suas ati­vi­da­des, além de ado­tar uma meto­do­lo­gia de ensino pró­pria e ino­va­dora base­ada na Tríade Operahaus:

  • Sen­si­bi­li­dade – o quem – uma gra­di­ente de per­cep­ção e inter­pre­ta­ção do meio e eman­ci­pa­ção do meio, cons­ci­ente ou não, con­di­ci­o­nando a ação do artista.
  • Téc­nica – o como – obras rea­li­za­das a par­tir de uma gra­di­ente de téc­ni­cas e habi­li­da­des reco­nhe­ci­das no campo artístico.
  • Ação – o que – fazer é essen­cial para a con­cre­ti­za­ção do artista. Ele só o é depois deste fazer.

Con­tato para pautas:

Vira Comu­ni­ca­ção – 11 4063.0100 (contato@​viracomunicacao.​com.​br)

Gui­lherme Picho­nelli – 11 98076.1234 (guilherme@​viracomunicacao.​com.​br)

Acerca do autor: João Nunes é um autor, guionista e publicitário que divide o seu tempo entre Angola, Brasil e Portugal. Conta com mais de 3000 páginas de guiões produzidas sob a forma de longas metragens, telefilmes, e dezenas de episódios de séries de televisão.

2 comentários… add one

Partilhe aqui as suas ideias e experiência