cabeças falantes

Perguntas & Respostas: Como escrever cabeças falantes

Olá João, quando escrevemos cabeças falantes (talking heads), em que um personagem fala para a câmara, como se estivesse a ser entrevistado (The Office), qual a melhor maneira de o descrever? – Ricardo

Olá Ricardo, veja como o fazem nos guiões de The Office, que refere:

CABEÇA FALANTE DE MICHAEL (MICHAEL TALKING HEAD)

MICHAEL

O tipo das TI e eu não começámos lá muito bem.

E em Modern Family, outra série que usa o formato:

ENTREVISTA DE PHIL E CLAIRE

CLAIRE

Meter toda a gente na rua de manhã é duro -- especialmente no primeiro dia de aulas.

PHIL

Desde que nos levantamos às sete horas até os deixarmos na escola é sempre vai, vai, vai.

Depois de uma pausa...

CLAIRE

Eu levanto-me às seis.

PHIL

Aquilo és tu? Pensava que tínhamos um texugo em casa.

Como vê, são soluções muito simples. Nos Cabeçalhos escrevem simplesmente ENTREVISTA DE XPTO ou CABEÇAS FALANTES DE XPTO e depois seguem directamente para os Diálogos, com um mínimo de indicações de Acção.

É claro que nos casos referidos é mais fácil, porque o formato está estabelecido nas séries desde o início. Mas mesmo na primeira vez em que a situação aparece, nos guiões dos episódios-piloto, os autores já usam a mesma forma de a apresentar.

A única diferença é que, no piloto de Modern Family, incluíram uma legenda com o nome dos personagens.

ENTREVISTA -- PHIL & CLAIRE

LEGENDA: “Phil & Claire”

CLAIRE

Criar filhos é como construir um carro. Temos um tempo limitado para nos certificarmos de que a direcção funciona, e os travões param, e o motor é de confiança, antes de os mandarmos para a estrada, e se nos enganámos nem que seja num mínimo parafuso, vão despistar-se, cair numa ravina e explodir.

Pausa desconfortável.

PHIL

A malta diverte-se à brava.

Se quiser introduzir este tipo de cenas com cabeças falantes num guião, pode usar uma qualquer variação destes formatos. Por segurança, na primeira vez que apresentar a situação, pode acrescentar um parágrafo inicial de descrição da situação, para afastar quaisquer dúvidas de interpretação.

Poderia ser assim:

DEPOIMENTO – D. AFONSO HENRIQUES

O futuro rei de Portugal está sentado num trono exagerado, com um grande tapete vermelho por trás. Fala directamente para a câmara.

LEGENDA: D. Afonso Henriques

AFONSO

Felizmente que o Freud ainda não nasceu, senão esta relação com a minha mãe ia dar muito que falar.

(pausa)

Por outro lado, já toda a gente leu Sófocles...

Tal como para a maior parte das situações fora da norma, o importante é que os leitores do guião entendam exactamente o que queremos que se veja na tela. Qualquer solução que respeite esse requisito básico está à partida correcta.

Recursos

Para terminar em grande, uma montagem das cabeças falantes de Michael na primeira temporada do The Office americano, e links para os dois guiões citados.

Estes artigos talvez lhe interessem

Deixe a sua opinião ou comentário: