Sabatina: 03-05-2008

New+Image.JPG

“Blindness” – Saramago no cinema.

Para esta semana, seleccionei 6 artigos completamente diferentes uns dos outros: um ensaio curioso de John August, a minha referência máxima de bloguista/guionista, sobre aquelas cenas que teimam em não sair; o blogue do realizador Fernando Meirelles sobre as filmagens de “Blindness”, o tal filme adaptado do “Ensaio sobre a cegueira” de Saramago; uma reflexão sobre os desafios do universo digital, da qual destaco a frase “When copies are free, you need to sell things which can not be copied.”; um outro texto sobre o superavit de tempo livre que a sociedade actual tem e ainda não sabe utilizar criativamente; e, finalmente, duas sugestões para quem tiver saudades do papel milimétrico e quem tiver saudades de andar descalço sem medo do tétano. Boas leituras.

Estes artigos talvez lhe interessem

Um comentário

  • Firmino Bernardo 03/05/2008   Deixe uma resposta a →

    Será que temos assim tanto tempo nos dias de hoje? Não será o tempo livre um mito urbano?
    Cada vez vejo mais pessoas a trabalhar até às tantas, sem tempo para um simples café com os amigos.
    E com a nova legislação laboral, que permite flexibilizar ainda mais os horários, nem quero imaginar.
    Cumprimentos.

Deixe a sua opinião ou comentário: