Novo workshop das Produções Fictícias

Os workshops de escrita para cinema e televisão, e escrita de humor, que as Produções Fictícias organizaram na primavera passada foram um sucesso a vários níveis. As inscrições esgotaram-se rapidamente (o que nem foi difícil, pois cada classe era só de dez ou onze alunos) e, mais importante ainda, os participantes gostaram muito do pendor prático e profissionalizante que imprimimos às aulas. Se há curso que tenha merecido o nome de "oficina de guião" foi seguramente este.

Eu dei um pequeno módulo especializado de escrita para cinema – 12 horas de discussão, análise dos projectos dos participantes, exercícios criativos, perguntas e respostas, alguma teoria e muitos conselhos práticos. Correu muito bem, com os alunos extremamente motivados e participativos, num ambiente informal e divertido, mas com trabalho a sério. Alguns dos projectos e ideias que foram desenvolvidos durante o workshop vão dar seguramente bons guiões e, espero eu, filmes que gostarei de ver no cinema.

Convidaram-me agora para repetir a experiência nas novas oficinas que irão começar no fim de Setembro e eu aceitei com todo o gosto. Os outros monitores são o Artur Ribeiro, o Tiago Santos e o Nuno Duarte, na oficina de escrita para cinema e tv, e o Nuno Artur Silva, o Nuno Markl, o Nilton e a Maria João Cruz, na oficina de humor.

As informações e inscrições já estão disponíveis no site das Produções Fictícias. Quem sabe iremos ver-nos por lá.

Estes artigos talvez lhe interessem

"Se fosses um mecânico, não irias duas horas para o Starbucks à espera que a musa te dissesse o que fazer com um carburador avariado. Deitavas-te debaixo do motor e arranjavas o raio do carburador. E 95% do que nós [guionistas] fazemos é resolver problemas. Não é esperar por um momento de inspiração artística, mas sim resolver problemas." - Billy Ray

A sua opinião é importante. Deixe-a aqui:

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: