Calma

Luanda está bastante mais calma. Penso que é da chegada do cacimbo e das temperaturas mais baixas. O povo sua menos, enerva-se menos, bebe menos, discute menos. Até o trânsito está – ligeiramente – menos confuso.

Hoje passei o dia na sede de um dos nossos clientes, a acompanhar um trabalho. É na baixa de Luanda, longe da agência. No intervalo para o almoío não me apeteceu andar de carro. Agarrei na mochila e subi a pé até ao Kinaxixi, para almoíar num restaurante que conheío lá. O que não é muito comum em Luanda, pois o calor e a humidade, a confusão, a poeira no ar e o mau estado nos passeios não convidam normalmente í  caminhada. Mas hoje não – foi um passeio perfeitamente calmo, diria mesmo agradável.

Este Artigo Tem 2 Comentários

  1. João Nunes

    Kinaxixi que agora, dois anos depois, deve estar completamente diferente, pois destruíram o mercado para construir uma coisa “moderna”.

  2. João

    Esta nova construção foi muito criticada localmente, pois o antigo mercado era muito querido e merecia ter sido mantido.

A sua opinião é importante. Deixe-a aqui:

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

João Nunes

João Nunes é um autor, guionista e storyteller que gosta de ajudar os outros a contar as suas próprias estórias. Divide o seu tempo entre Angola, Brasil e Portugal e já escreveu mais de 3500 páginas de guiões produzidos de curtas e longas metragens, telefilmes e séries de televisão.