A lista negra

Foi publicada há alguns dias a Black List de Hollywood para este ano.

black-list-2009

A “lista negra” é uma relação de guiões ainda não produzidos mas que um grupo de “insiders” da indústria americana acha terem um grande potencial. A explicação completa está aqui.

Entre os seleccionados dos anos anteriores muitos acabam por ser comprados, optados, e passam depois à produção. Entre eles está, por exemplo, um dos meus favoritos: “Juno”, de Diablo Cody.

A relação dos guiões escolhidos para este ano pode ser encontrada aqui no ScriptShadow. No mesmo site há mais alguns artigos e links relacionados com o tema. Não tem links para os guiões mas, como o autor refere, uma pesquisa nas webs leva-nos rapidamente à maior parte deles.

Depois é escolher (pelo nome…), ler, e tentar adivinhar quais aqueles que chegarão um dia ao multiplex do  centro comercial mais próximo.

A lista negra

Este Artigo Tem 3 Comentários

  1. Cícero Soares

    O que mais me impressiona, e o que mais aguça minha curiosidade, João, nem é conhecer em primeira mão este ou aquele script que desponta na Black List e que, possivelmente, virá a ser produzido. Mas o quanto se escreve para cinema nos EUA e, em vista disso, as maneiras encontradas de se peneirar (à força do mérito ou dos lobbies ou de ambos) o joio do trigo e se manter no gargalo do sistema de estúdio. Curiosidade mórbido-sociológica, digamos assim…rs.

    (Aliás, esse sítio do ScriptShadow desconhecia. Só recentemente, com o alvoroço que causou no do John August, é que me dei conta dele.)

    1. João Nunes

      Mas eu já o tinha referido aqui. É um dos meus sites favoritos para ler guiões sem ser influenciado pela imagem ou opinião formada acerca do filme; para olhar apenas o lado técnico, se assim se pode dizer. Para dizer a verdade, em costumo ler as críticas que o tal Carson Reeves (é um pseudónimo) escreve, mas uso o site apenas para encontrar os guiões.

  2. Cícero Soares

    Nossa, realmente não me atentei ao link naquele post dos 10 indispensáveis, João. Se cliquei, não dei importância ao clicado. E nem sei porquê.

    Mas aproveitei que você abordou “Juno” (de que particularmente gosto, que logo me atraiu por questão mais afetiva que outras) e fui procurar se o tal do Carson já havia feito um review do “Up in the air” (o Jason Reitman me surpreendeu muito com “Obrigado por fumar”, tanto mais por ser filho do Reitman dos “Ghostbuster”…rs. Mas que tem lá seu charme, e é um filme que fez época, é fato). E fez, digo, o Carson, o guião de “Up…”, que já figurava numa Lista Negra anterior, passou bem pelo crivo dele. Pena que o guião está em pdf, hum, fotografado.

A sua opinião é importante. Deixe-a aqui:

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

João Nunes

João Nunes é um autor, guionista e storyteller que gosta de ajudar os outros a contar as suas próprias estórias. Divide o seu tempo entre Angola, Brasil e Portugal e já escreveu mais de 3500 páginas de guiões produzidos de curtas e longas metragens, telefilmes e séries de televisão.