Festival A Quatro Mãos

O Festival A Quatro Mãos está de volta

O maior festival dedicado à escrita audiovisual em língua portuguesa, o A Quatro Mãos – Encontros de Escrita para Cinema e Audiovisual, estará de volta este ano.

Descrito como “um evento intensivo, com masterclasses, debates e workshops inspiradores, para uma verdadeira troca de conhecimentos em torno da escrita audiovisual. Um encontro entre reconhecidos profissionais internacionais e nacionais, como guionistas, realizadores, produtores, actores e não só”, é um evento imperdível para quem se interessa por esta actividade, em Portugal ou noutros países de língua portuguesa.

Depois de uma bem sucedida primeira edição em 2017, que tive o prazer de acompanhar em direto aqui no blogue, esta iniciativa da Academia Portuguesa de Cinema vai novamente atrair a Cascais todos os interessados pela escrita de argumentos para cinema, televisão ou internet.

O programa definitivo do A Quatro Mãos 2019 ainda não é conhecido, mas as datas já são públicas: no dia 29 de Junho haverá um dia-piloto em Lisboa, na Fundação Portuguesa das Comunicações, com masterclasses e debates em torno da escrita para cinema e audiovisual, com convidados internacionais e nacionais a anunciar brevemente.

Depois, em 22, 23 e 24 de Novembro, na Casa das Histórias – Museu Paula Rego e no Centro Cultural de Cascais, irá então decorrer a festa da “gente que se dedica a narrar histórias, desde veteranos a aspirantes. Profissionais que trabalham em cinema, em televisão ou online; desde a ficção ao documentário, animação ou storytelling comercial”, como é descrita no site do evento.

Uma novidade, o Pitch Me

Este ano o festival A Quatro Mãos traz uma importante novidade, também de iniciativa da Academia Portuguesa de Cinema: o Pitch Me – Programa de Desenvolvimento de Escrita para Cinema e Audiovisual.

É um programa de desenvolvimento e apoio à escrita para Cinema e Audiovisual, dirigido a autores, guionistas e aspirantes com projectos de guião em fase inicial, e tem como objectivo incentivar o desenvolvimento e formação de guionistas profissionais em Portugal.

A sua principal diferença em relação a outros programas de apoio ao desenvolvimento e escrita, é que o Pitch Me é destinado aos guionistas, que poderão participar com os seus projectos pessoais e candidatar-se individualmente ao apoio, sem a necessidade de uma produtora.

Os projetos selecionados, segundo o regulamento, “receberão, ao longo de 5 meses, um acompanhamento personalizado que poderá passar por: plano de mentoria / acompanhamento de escrita; sessões de script doctoring com profissionais da indústria; auxílio à participação em mercados internacionais; residência artística / retiro criativo; apoio à tradução; apoio financeiro; outros”.

O regulamento do Pitch Me pode ser consultado aqui.

Para saber mais sobre o programa do Festival A Quatro Mãos, visite o seu site.

O anúncio do Festival (que já vem da 1ª Edição) é também uma delícia (sem trocadilho):

Fotografia: de Neel no Unsplash

Estes artigos talvez lhe interessem

A sua opinião é importante. Deixe-a aqui:

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: