Concurso da Netflix recebe 1200 candidaturas

Já foi publicada a lista das candidaturas aceites no concurso promovido pela Netflix com o apoio do ICA. No total, foram 1200 as propostas que responderam a todos os critérios do regulamento e constam desta lista.

Só posso dizer uma coisa: coitados dos jurados, que terão pouco mais de um mês para avaliar todos estes projectos.

Eu já tinha a intuição de que o concurso iria alcançar um sucesso desta magnitude. Em primeiro lugar, porque a Netflix é hoje uma marca com apelo global e os prémios que oferece são tentadores.

Além disso, muitas pessoas me contactaram com dúvidas sobre o regulamento e as melhores práticas para participar em concursos. Algumas dessas pessoas até contrataram os meus serviços de script doctor para dar uma assistência mais profunda no desenvolvimento das suas propostas.

Finalmente, é preciso não esquecer que o concurso foi lançado a meio da pandemia, em pleno confinamento, o que proporcionou a conjugação de duas coisas: menos trabalho para os guionistas e para muitas outras pessoas (com o respectivo aperto financeiro); e mais tempo disponível para dedicar a um novo desafio.

Espero agora que muitas destas candidaturas tenham um nível elevado de qualidade, para que os promotores do concurso sintam um retorno positivo do investimento que os incentive a repeti-lo anualmente.

E espero, sobretudo, que a Netflix fique tão entusiasmada com algumas destas propostas que decida desenvolvê-las e produzi-las (o que o regulamento permite mas não promete).

Seria muito bom que esta iniciativa fosse o ponto de partida do primeiro Original Netflix português. Vamos aguardar pela publicação dos resultados, que estão prometidos para 30 de julho de 2020.

Bom trabalho (e coragem), jurados! Boa sorte, concorrentes!

Veja aqui a lista das 1200 candidaturas aceites =>

Reveja aqui o artigo anterior sobre o concurso =>

Concurso da Netflix recebe 1200 candidaturas

Este Artigo Tem Um Comentário

  1. Ana Matos

    Embora este concurso tenha sido lançado a meio de uma pandemia, há quem trabalhe de casa ^^’ e que tenha estado a 1000 km/h para conseguir submeter tudo das duas candidaturas ehe! Também desejo sorte aos jurados e espero, sinceramente, que tenham alguma ajuda, pois reduzir 1200 candidaturas a 10 não será nada fácil… E é até um pouco desmotivador ^^’ vá, assustador.
    Porém, o que importa, é que a Netflix veja e reconheça o bom trabalho dos escritores portugueses e que invista mais nas nossas produções :)

A sua opinião é importante. Deixe-a aqui:

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

João Nunes

João Nunes é um autor, guionista e storyteller que gosta de ajudar os outros a contar as suas próprias estórias. Divide o seu tempo entre Angola, Brasil e Portugal e já escreveu mais de 3500 páginas de guiões produzidos de curtas e longas metragens, telefilmes e séries de televisão.