Novas regras nos Oscares

A próxima cerimónia dos Oscares vai ter novas regras.

Depois da alteração há dois anos atrás de 5 para 10 nomeados na categoria de Melhor Filme, a Academia sente que não deve ficar refém de números e que apenas os melhores devem ser distinguidos.

Preocupados com a nomeação de filmes que não tinham verdadeiramente hipóteses de ganhar, a Academia estudou os votos da última década. Chegaram à conclusão que os filmes vencedores da estatueta já eram a primeira escolha das listas de nomeados de cerca de 20% dos membros da Academia.

Assim, foi determinado que a partir de agora um filme tem de ter pelo menos 5% de votos em primeiro lugar para conseguir ter uma nomeação.

Este sistema variável pretende recompensar os filmes que verdadeiramente apaixonam as pessoas ao ponto de serem votados em primeiro lugar mais que os outros, independentemente de haver muitos filmes que são bons e toda a gente goste deles mas poucos os considerem o melhor do ano. É um sistema para filmes excepcionais.

Nas palavras de Bruce Davis, o director executivo da Academia, "O que mais sobressai ao estudar os dados [dos últimos anos] é que os membros da Academia tinham frequentemente uma grande admiração por mais de cinco filmes. Uma nomeação de Melhor Filme deve ser um indicador de mérito extraordinário. Se apenas oito filmes verdadeiramente merecem essa honra, não devemos ser obrigados a arredondar esse número".

Na cerimónia de 2012, apenas no dia das nomeações se saberá quantos filmes vão ser distinguidos, e o número pode variar todos os anos entre 5 e 10.

O que acha deste novo sistema? Dará lugar a mais e melhor filmes entre as nomeações? Será um sistema mais justo? Estarão os filmes muito bons mas pouco apaixonantes condenados à partida a nem sequer receber uma nomeação? Diga-nos nos comentários.

Novas regras nos Oscares

Este Artigo Tem Um Comentário

  1. Rosa

    REDUNDÂNCIA
    O mundo muda e a academia precisa mudar. Acho válida esta mudança.

A sua opinião é importante. Deixe-a aqui:

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Nélia Matos

Nélia Matos é Licen­ci­ada em Bio­lo­gia, com tra­ba­lhos publi­ca­dos na área da Neurofisiologia. A escrita esteve sem­pre a par da sua car­reira cien­tí­fica. Con­tri­buiu com arti­gos de divul­ga­ção cien­tí­fica e de opi­nião para jor­nais e blogs, mas foi em 2004 que escreveu a sua pri­meira peça de tea­tro. Em 2008 fez o seu pri­meiro curso de escrita para cinema e desde então escreveu várias cur­tas e longas metra­gens.